A análise avançada das demonstrações financeiras de um negócio existe para fornecer insights poderosos sobre a situação financeira de um negócio e como ela se relaciona com diversos outros pontos do empreendimento. Sendo considerada especialmente relevante para a tomada de decisão, essa análise pode ser ainda melhor com algumas dicas postas em prática. A seguir, veja como trabalhar melhor com esse tipo de análise.

Entenda os objetivos do negócio

Uma análise avançada das demonstrações financeiras deve servir não apenas para trazer um panorama sobre a situação dos recursos do negócio, mas também para ajudar a tomada de decisão a se tornar mais fácil. Por isso, antes mesmo de começar a análise, é importante entender quais são os objetivos do negócio. Assim, é possível estruturar a análise de modo que ela forneça informações mais importantes, cruzamentos de dados específicos e assim por diante.

Faça uma análise de estrutura

Mais do que apenas olhar para os indicadores financeiros e seus resultados é muito relevante realizar uma análise de estrutura. Como acontecem os recebimentos da empresa? Quais são os prazos de pagamento? Qual é o volume de movimentações ao longo do mês? Tudo isso ajuda a entender melhor como funciona a estrutura de pagamentos e entradas do negócio, de modo que seja possível identificar possíveis riscos e oportunidades de mudança da realidade financeira.

Tenha uma abordagem quanto à evolução

Tão importante quanto focar-se na estrutura é fazer uma análise de evolução. Às vezes, a estrutura do negócio ainda não está tão satisfatória, mas apresenta evolução — e o contrário também pode acontecer. Essa análise é especialmente importante para acompanhar se o negócio vem conseguindo se adaptar aos novos desafios impostos pelo mercado, financeiramente falando, e também qual é a sua robustez de mercado.

Use prazos distintos

A análise avançada das demonstrações financeiras pode mudar muito dependendo do prazo que for utilizado. Uma análise muito positiva para o curto prazo pode apresentar riscos no longo prazo, assim como uma de longo prazo pode ser benéfica, mas demonstra dificuldades no médio prazo. Sendo assim, é conveniente realizar a análise sob diversas óticas de prazos. Isso dá mais visibilidade e permite que o negócio se prepare de maneira mais assertiva para absorver as transformações em diferentes momentos. Além disso, uma análise em diferentes prazos pode demonstrar que, mais à frente, surge um risco. Assim, é possível prestar atenção desde já a esse fator para conseguir um controle mais assertivo.

Tenha um padrão de análise

Fazer a análise de demonstrações financeiras de forma padronizada é especialmente importante para aumentar a confiabilidade das informações apresentadas. Seguindo padrões internacionais, por exemplo, a análise se torna mais crível e mais completa. Para investidores, uma análise padronizada é mais vantajosa, já que vai permitir que a avaliação dos resultados fosse mais satisfatória e mais simples de ser realizada. Uma análise avançada das demonstrações financeiras se torna mais completa quando é iniciada baseando-se nos objetivos do negócio.

Além disso, é importante fazer uma análise de estrutura e evolução, assim como usar prazos diferentes. Por fim, utilizar um padrão internacional torna essas informações ainda mais relevantes e confiáveis.

Se você quiser melhorar ainda mais as suas habilidades nessa área, veja

agora mesmo como o curso de Análise Avançada das Demonstrações Financeiras pode ajudar!

DEIXE UMA RESPOSTA

*