O cotidiano é cada vez mais rápido e exigente. É preciso dar conta da vida pessoal e do trabalho, tendo um período que parece ser mais abreviado do que nunca. Porém, é indispensável chegar a um equilíbrio.

Ao ajustar o tempo gasto no trabalho e na vida pessoal, você não precisa sacrificar nenhum dos dois aspectos em detrimento do outro. Isso gera maior felicidade, desempenho e satisfação.

A dificuldade para obter esse resultado pode ser contornada com algumas dicas de como administrar o tempo. Quer saber quais são elas? Então continue lendo e confira!

1. Tente criar rotinas separadas

Uma das causas da falta de equilíbrio entre trabalho e vida pessoal é que a primeira atividade, comumente, invade o espaço da segunda. O contrário também pode acontecer e, em qualquer uma das situações, o seu desempenho ficará prejudicado.

Portanto, o primeiro passo é planejar criar rotinas separadas. Basicamente, isso significa que você só deverá se envolver com trabalho no momento específico para tal, assim como com questões pessoais.

Isso ajuda a aumentar a concentração no que importa em cada momento, permitindo que as coisas sejam feitas com maior atenção.

Para que tudo funcione, estabeleça algumas regras. Determine, por exemplo, que o trabalho deve ser deixado de lado em finais de semana, férias e feriados. Da mesma forma, limite ou elimine o desenvolvimento de tarefas de cunho pessoal quando estiver no ambiente profissional.

Exceções podem acontecer, como no caso de emergências e imprevistos, mas, no geral, tudo deve ter o seu momento.

2. Melhore o uso do tempo gasto no trabalho

Essa separação entre as rotinas só vai funcionar se a sua gestão de tempo e produtividade for efetiva. Caso falhe em cumprir com as obrigações no ambiente profissional, precisará fazer hora extra ou levar trabalho para casa, impedindo o equilíbrio desses dois elementos.

Portanto, o recomendado é fazer tudo o que for possível ainda no ambiente de trabalho. Quanto melhor for seu rendimento, mais fácil fica curtir o tempo que tem livre.

Para não ter falhas, busque formas de se motivar e de se tornar produtivo. Vale a pena recorrer a métodos de produtividade e a outros elementos que ajudam a eliminar distrações. Inclusive, combater a procrastinação é importante para que não haja ralos de tempo em seu cotidiano.

3. Priorize os compromissos

Em um cotidiano tão corrido, não é improvável que haja um conflito de interesses entre as tarefas. A vida profissional e a pessoal talvez disputem a sua atenção em determinado momento e mesmo as ações de cada uma podem competir pelo seu interesse.

Para não perder tempo tentando descobrir o que fazer, o melhor é priorizar os compromissos. Identifique o que é importante e, também, o que é relevante para aquele dia.

Tarefas urgentes, por exemplo, precisam de prioridade, assim como aquelas que podem mudar a sua carreira. Por outro lado, ações pessoais relevantes, como cuidar da própria saúde, não devem ser negligenciadas.

Faça um ranking geral com o que é realmente importante para você e, depois, faça essa priorização diariamente. Assim, sempre terá em mente o que merece maior interesse e o que deve ser feito em primeiro lugar.

4. Diminua tarefas que gastam tempo que não agregam

Durante a rotina, não é incomum fazer ações que consomem muito tempo e energia, mas que não trazem nada de bom. É o caso de ficar as pausas do trabalho com colegas que fazem fofoca ou passar o dia inteiro de folga em frente a TV.

Nada disso faz com que você aproveite melhor o seu tempo. Em vez disso, apenas criam distrações que não entretêm e não faça com que execute nenhuma tarefa de jeito otimizado.

Portanto, é indispensável pensar na organização pessoal e gestão de tempo para identificar e eliminar essas ações. Analise os seus hábitos e verifique se não há nada que possa deixar de fazer em busca de um uso melhor desse recurso tão precioso.

A partir disso, elimine o que não fizer sentido para seus objetivos e prioridades, favorecendo a conquista do equilíbrio.

5. Otimize o uso do seu tempo

Na vida profissional, é fundamental usar a gestão de tempo no trabalho a seu favor. Isso significa otimizar os momentos disponíveis, de modo a equilibrar com a sua vida pessoal.

Se você vai de metrô para o trabalho, por exemplo, pode aproveitar para ler e responder alguns e-mails antes de chegar ao escritório. No intervalo de almoço, dá para ir rapidamente à academia ou, então, ter uma lição por vídeo de um curso ou treinamento.

Assim, você usa o tempo profissional de maneira amplificada, sobrando menos tarefas. Ao final, isso gera maior tempo livre para se dedicar à sua vida pessoal.

6. Evite a multitarefa

Porém, otimizar o uso do tempo no seu trabalho não deve significar a multitarefa. Ao contrário do que parece, dividir a sua atenção entre várias tarefas diferentes é menos útil e eficiente.

Quem faz mais de uma coisa simultaneamente, normalmente, é 40% menos produtivo, demora 50% mais para completar uma tarefa e comete 50% a mais de erros.

Portanto, o ideal é dar atenção para uma coisa de cada vez. Assim, é possível ter tempo de fazer tudo, desde que siga as outras dicas de como administrar o tempo.

7. Tenha tempo livre para você

Você viu que é preciso separar a rotina pessoal e do trabalho, mas nem sempre isso significa ter tempo de qualidade para você. Somente o horário do descanso ou os finais de semana não são suficientes para ter uma vida equilibrada.

Portanto, é importante criar horários diários em que possa se dedicar a você, sua família e seus interesses.

Determine, por exemplo, um horário limite para cuidar de todas as possíveis pendências do trabalho. Ao ter um espaço para fazer o que gosta, o equilíbrio se concretiza e a sua produtividade ainda aumenta, justamente por causa do prazo.

Ao executar essas dicas de como administrar o tempo, o equilíbrio entre vida profissional e pessoal acontece com maior facilidade. Assim, terá ampla qualidade de vida e melhores efeitos em curto e longo prazo.

O que tem feito para chegar a esse resultado? Conte nos comentários e participe do debate!

DEIXE UMA RESPOSTA

*