Uma das ferramentas mais importantes para um negócio é o planejamento estratégico. Ele serve como um mapa a ser seguido pelo negócio de modo a oferecer uma atuação com resultados melhores. Para utilizá-lo da maneira correta, utilizar os “7 Es” pode ser de grande ajuda. A seguir, veja quais são essas dicas rápidas e como colocá-las em prática.

Entenda a situação atual do negócio

Não é possível criar um bom planejamento estratégico sem entender onde o negócio está e onde ele deseja chegar. Por isso, é vital entender o cenário do empreendimento. Avalie resultados passados, o cenário interno e também o ambiente externo. A partir da identificação de oportunidades, ameaças e necessidades vai ficar mais fácil entender o que deve ser feito.

Elabore as melhores estratégias

A partir dessa identificação, a próxima etapa deve ser a elaboração das estratégias mais adequadas. Para cada problema ou objetivo devem ser aliadas estratégias específicas. Se o desejo é o aumento de vendas, então as estratégias devem incluir um treinamento do atendimento ao cliente, visto que isso melhora a qualidade dos produtos e também potencializa a sua divulgação, por exemplo.

Estipule prazos

Porém, não adianta apenas definir o que deve ser feito. Deve-se, também, alinhar em quanto tempo deve ser feito. Além de ajudar o controle, isso também ajuda a motivar equipes e todos os envolvidos. Por isso, não abra mão de elaborar um cronograma com prazos de medições de resultados e de conclusão da estratégia. Assim, fica mais fácil manter a organização e colher os resultados.

Estabeleça métricas para o controle

Por falar em medições, é muito importante contar com a definição de métricas. Elas vão traduzir em números os resultados de cada ação estratégica e vai permitir a identificação do que deu certo e do que não funcionou tão bem. É muito importante que as métricas sejam relevantes para cada estratégia. Se o objetivo é aumentar as vendas, faz sentido estabelecer a taxa de conversão e o número de oportunidades geradas no período como métricas principais.

Envolva os colaboradores

O planejamento estratégico de um negócio é complexo e precisa ser complexo, o que significa integrar várias áreas. Limitar intensamente a participação nessa elaboração significa, portanto, aumentar os riscos de que ele não cumpra totalmente o seu papel. Para evitar isso o ideal é envolver os colaboradores, tanto quanto possível, na elaboração desse planejamento. Ao fazer isso será possível encontrar pontos que não seriam percebidos de outra maneira, o que aumenta a relevância dessa ferramenta.

Explique e comunique o planejamento

Uma vez que o planejamento esteja pronto ele deve ser explicado e comunicado para todos os envolvidos. Quando as metas e estratégias são claras, é mais fácil para todo mundo conseguir se engajar. Além disso, a comunicação ampla também colabora para o alinhamento de expectativas e de atuações, melhorando os resultados.

Esteja pronto para realizar mudanças

Por melhor que seja um planejamento estratégico, ele não é uma ferramenta fixa. O cenário interno ou o externo pode mudar a qualquer momento e de forma imprevista, o que também muda os objetivos do negócio. Baseie-se nos resultados oferecidos pela métrica e em novas análises de cenário e, conforme a necessidade, altere o planejamento para que ele se mantenha relevante e útil para o negócio. Ao adotar essas dicas rápidas sobre planejamento estratégico você conseguirá obter os melhores resultados com essa ferramenta, o que favorece o crescimento e o fortalecimento do empreendimento.

Para colocar essas dicas em prática da melhor maneira possível, conheça o Curso de Planejamento Estratégico.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

*