Muitas empresas abrem mão de ter um plano de cargos e salários e acabam experimentando resultados pouco vantajosos. Porém, é fundamental não apenas para a gestão de pessoas, mas também para os resultados do negócio em geral.

Precisa se convencer de maneira definitiva que essa é uma estratégia que funciona? Então conheça a prova fundamental que justifica a necessidade da adoção desse plano.

O que prova que um plano de cargos e salários é efetivo?

Há muitas razões que podem justificar o motivo de as empresas investirem em um plano de cargos e salário. Sendo uma delas a responsabilidade social. Além disso, pode-se alegar o ganho de motivação e produtividade, assim como a melhora do clima organizacional.

Esses aspectos realmente fazem a justificativa desse investimento, mas a prova fundamental reside no engajamento dos colaboradores. Com uma política de cargos e salários, os funcionários ficam mais engajados em oferecer o melhor que possuem para que a empresa não apenas chegue ao sucesso, mas para que eles próprios alcancem novas e melhores posições dentro do negócio.

Esse engajamento também se traduz na taxa de rotatividade. Uma empresa que investe em reconhecimento, por exemplo, tem cerca de 30% a menos de saídas espontâneas de colaboradores. O motivo? O fato de que 82% das pessoas acham que o reconhecimento é melhor do que um presente, inclusive melhor do que dinheiro.

Graças a essa política, os funcionários ficam mais tempo na empresa para que possam colher os frutos de seu trabalho. Enquanto estão na empresa, também se dedicam mais para atingir posições mais elevadas e conquistar novos objetivos.

Quais os outros benefícios desse plano?

Além de tudo que já foi citado, uma política desse tipo colabora para que a empresa gaste menos com demissões e contratações, além de conseguir mais coesão na equipe.

Isso ajuda a sustentar o desenvolvimento e crescimento do negócio ao construir bases sólidas de desempenho.

Outro ponto positivo trazido por uma boa política desse tipo é o fato de que a empresa ganha uma imagem melhor enquanto empregadora, atraindo mais facilmente novos talentos.

Como criar um plano de cargos e salários funcional?

Por mais que um plano desse tipo tenha benefícios e apresente excelentes resultados, ele precisa ser executado corretamente para gerar os pontos positivos.

Com isso, é fundamental entender as posições dentro do negócio, mapear as carreiras e criar fluxos de crescimento para cada colaborador.

Também é importante estabelecer salários compatíveis e benefícios de acordo com cada função, assim como determinar resultados que devem ser atingidos para que a promoção aconteça. Isso cria um ambiente transparente e que estimula o esforço individual e coletivo em busca de resultados.

A prova fundamental de que um plano de cargos e salários funciona reside no engajamento dos colabores, que é maior em empresas que adotam essa característica. Como consequência, a empresa passa a ter melhores resultados internos e de crescimento.

Quer saber mais sobre o assunto? Então veja o que o curso de Cargos e Salários tem a oferecer para você.

DEIXE UMA RESPOSTA

*